Refrigerante Faz bem ou Mal a saúde?

Refrigerante é uma família de bebidas não-alcoólicas e não fermentadas, fabricadas industrialmente, à base de água mineral e açúcar, podendo conter edulcorante, extratos ou aroma sintetizado de frutas ou outros vegetais e gás carbônico. Neste grupo, encontra-se também a água tônica.

• Como em qualquer produto industrializado, sempre verifique no rótulo a Data de Validade, pois em latas, a validade varia de três meses para as versões diet e light e de seis meses para as versões tradicionais de refrigerantes. Já nas garrafas PET, o prazo de validade corresponde à metade do tempo.

• Na hora da compra, verifique se o mesmo encontra-se em ambiente adequado, isto é, não exposto ao sol e longe de produtos de limpeza;
• Os refrigerantes não devem ser consumidos como substitutos de água, pois os mesmo possuem açúcar.

• O consumo excessivo pode ocasionar problemas de saúde.

• Para crianças, as bebidas devem ser servidas em copos plásticos ou de papel, evitando assim, incidentes.

• Qualquer alteração no produto deve ser comunicada ao fabricante.

Pesquisas recentes revelam que o refrigerante não dietético aumenta em 80% o risco de diabetes. De acordo com estes estudos, o risco de desenvolver a doença chega a quase dobrar nas pessoas que consomem este tipo de bebida pelo menos uma vez por dia. Os refrigerantes também aumentam os riscos de câncer no esôfago.

Os sabores de refrigerantes mais conhecidos e consumidos no Brasil são os de cola, guaraná, laranja, limão e uva.

Segundo a BDO Trevisan, “o mercado nacional de bebidas é representado por 238 empresas em atividade. Grande parte é de empresas familiares e centenárias, que sobrevivem dentro de suas respectivas regiões, perto da comunidade e contribuem com o desenvolvimento local.” Desta forma há o surgimento de sabores exóticos regionais.

Até!

No comments yet.

Deixe uma resposta